Confrontos entre opositores e leais a Morales deixam feridos em Santa Cruz

La Paz, 29 ago (EFE).- Vários opositores e seguidores do presidente boliviano, Evo Morales, ficaram feridos hoje em confrontos de rua registrados na cidade de Santa Cruz e na localidade de Villamontes, informou a imprensa local.

EFE |

Os enfrentamentos aconteceram um dia depois de Morales ter baixado um decreto convocando para 7 de dezembro um referendo sobre a nova Constituição, aprovada em 2007 pelo partido governista e seus aliados na Assembléia Constituinte.

Logo após o anúncio da consulta, os líderes políticos e autonomistas de Santa Cruz, Beni, Pando, Tarija e Chuquisaca vieram a público dizer que estão dispostos a impedir a realização do referendo nessas regiões.

Em Santa Cruz, capital do departamento (estado) de mesmo nome, grupos autonomistas atacaram com pedaços de madeira várias pessoas que marchavam até à praça central da cidade em apoio à decisão de Morales.

A imprensa mostrou cenas de opositores agredindo com violência comerciantes de rua de origem aimara, um jovem aparentemente portador de deficiência mental e um analista político acusado de ser defensor do Governo.

Além disso, o vereador de Santa Cruz pelo governista Movimento Ao Socialismo (MAS) Oswaldo Peredo denunciou que um grupo de opositores tentou linchá-lo.

"Essa é a atitude habitual dos fascistas. A intolerância se apoderou dessa gente desequilibrada, que não consegue aceitar que o povo quer mudança", disse Peredo, citado pela estatal "Agência Boliviana de Informação" ("ABI").

Já os manifestantes a favor de Morales destruíram o veículo do diretor de Autonomias do governo de Santa Cruz, Carlos Dadboub, que conseguiu fugir.

Segundo uma fonte da Administração regional, Dadboub se salvou de ser golpeado, mas seu motorista acabou agredido pelos manifestantes.

Além disso, na região de Villamontes, no sudeste do país, camponeses tentaram desmontar um bloqueio que opositores ao Governo de Morales instalaram em uma estrada na segunda-feira.

Outros incidentes violentos, desta vez com feridos, foram registrados na localidade, embora a imprensa não tenha sabido dar detalhes dos mesmos. EFE ja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG