Confrontos entre muçulmanos e cristãos no Egito deixam muitos feridos

CAIRO - Diversas pessoas ficaram feridas em confrontos entre muçulmanos e cristãos coptas na localidade de Marsa Matruh, no litoral mediterrâneo do Egito, informou neste sábado a agência de notícias local Mena.

EFE |

Os feridos foram internados num hospital. Os confrontos aconteceram na sexta-feira, depois de um grupo de cristãos erguer um muro que fechou um caminho numa zona rural próxima a essa localidade, no noroeste do país.

Os cristãos pretendiam pegar parte de um terreno para incluí-lo nas dependências de um centro de serviços médicos e sociais administrado pela Igreja dos Dois Mártires. Um grupo de muçulmanos foi contra porque, segundo eles, a medida fechava uma passagem.

Com isso, o sacerdote da Igreja dos Dois Mártires ordenou a queda do muro em resposta a um pedido feito pelo governador de Matruh, Ahmed Hussein.

O site do jornal local "Al Yaum al Sabaa" informou que 7 policiais e militares, 15 coptas e 2 muçulmanos sofreram ferimentos e lesões nos tumultos.

Leia mais sobre Egito

    Leia tudo sobre: egito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG