Bogotá, 2 abr (EFE).- Cerca de mil pessoas tiveram que deixar suas casas no município colombiano de Charco, sul, pelos combates entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o Exército desde sábado, informou hoje a ONU.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) ressaltou hoje que 220 famílias das aldeias El Castigo, Magdalena, Brazo Seco, Vuelta El Mero e Rosário deixaram suas casas devido aos confrontos.

A ONU analisa as necessidades dessas mil pessoas deslocadas, que foram recebidas em casas, escolas e igrejas que foram adaptadas como abrigos temporários.

De acordo com algumas fontes humanitárias, na Colômbia existem quase quatro milhões de deslocados pelo conflito armado que opõe as forças oficiais a guerrilhas de esquerda, paramilitares de extrema-direita e traficantes de drogas. EFE fer/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.