Confrontos entre cristãos e muçulmanos deixam cinco mortos na Nigéria

Cinco pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas neste sábado durante confrontos entre cristãos e muçulmanos após ataques a vários locais de culto no norte da Nigéria, revelaram testemunhas.

AFP |

Uma multidão de muçulmanos ateou fogo a várias igrejas após incêndios em duas mesquitas atribuídos a cristãos, na região de Bauchi.

"Vi cinco corpos nas ruas esta manhã, e um estava carbonizado", declarou por telefone à AFP um morador de Bauchi, Muazu Hardawa.

"Um dos corpos era de um jovem muçulmano baleado pela polícia, que agiu quando uma multidão tentava incendiar uma igreja. Outros cinco jovens muçulmanos atingidos por disparos dos policiais estão hospitalizados em Bauchi", revelou a testemunha.

Segundo Hardawa, três igrejas na zona de Kofar Dumi foram incendiadas durante os distúrbios.

O governo de Bauchi responsabilizou políticos descontentes pelos distúrbios: "esta crise é organizada por elementos que querem desestabilizar o Estado", declarou o governador local, Isa Yuguda.

Tropas do Exército foram enviadas à região para restabelecer a ordem.

No final de novembro de 2008, ao menos 200 pessoas morreram em Jos, no centro da Nigéria, em confrontos religiosos.

abu/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG