Confrontos em eleições locais turcas deixam 3 mortos e 30 feridos

Ancara, 29 mar (EFE).- Confrontos registrados hoje durante as eleições locais da Turquia deixaram pelo menos três pessoas mortas e mais de 30 feridas, informou a imprensa local.

EFE |

Mais de 48 milhões de pessoas estão convocadas hoje às urnas em eleições locais que medirão a popularidade do Partido da Justiça e o Desenvolvimento (AKP) do primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan.

Um candidato a chefe de aldeia morreu em um tiroteio em Bezirci, na província sudeste de Sanliurfa, em um confronto entre duas famílias que concorriam pelo posto, um cargo inferior ao de prefeito que é eleito nas menores localidades rurais.

O conflito envolveu dezenas de pessoas, que atiraram pedras e se enfrentaram com pedaços de pau e armas de fogo, com o resultado de 27 hospitalizados com ferimentos de diferentes gravidades.

A Gendarmaria (Polícia militarizada) turca informou que deteve até agora 15 pessoas pelos incidentes.

Em Lice, na província de Diyarbakir, outro candidato a líder de aldeia morreu após sofrer uma parada cardíaca durante uma briga com um adversário e sua família.

Já em Siginak, perto de Lice, uma pessoa morreu baleada em um confronto entre partidários de diferentes candidatos a chefe de aldeia.

Em um confronto em dois pontos do país, outras nove pessoas ficaram feridas, seis delas após serem baleadas, em disputas entre famílias por esse cargo administrativo.

As eleições definirão os prefeitos e governantes de 16 cidades, 65 províncias, 892 distritos e 1.924 municípios.

Os colégios eleitorais fecharam às 16h (10h de Brasília) e os primeiros resultados são esperados para algumas horas depois. EFE dt/db

    Leia tudo sobre: eleiçõesturcosturquia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG