Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Confrontos deixam dezenas de manifestantes e policiais feridos em Assunção

Assunção, 5 nov (EFE).- Dezenas de manifestante e policiais ficaram feridos hoje durante um confronto registrado diante da sede da Promotoria em Assunção, em torno do segundo dia de protestos de grupos de camponeses e organizações civis.

EFE |

Os confrontos entre as centenas de convocados pela Frente Social e Popular, favorável ao chefe de Estado, Fernando Lugo, e os policiais começou após os manifestantes tentarem entrar na Promotoria, diante de cuja sede jogaram pedras e ovos.

Pelo menos cerca de 50 pessoas foram transferidas para o Centro de Emergências Médicas após serem feridas por balas de borracha lançadas por policiais, disseram fontes da Polícia.

Os manifestantes também foram retirados da Promotoria com o uso de gás lacrimogêneo e caminhões com canhões de água.

A Frente Social e Popular iniciou na véspera um protesto de três dias convocados simultaneamente em sete departamentos (estados) do país para exigir, entre outras coisas, a reforma da Promotoria e do Poder Judiciário, assim como uma reforma agrária.

O primeiro dia deste protesto reuniu cerca de 1.500 pessoas nos departamentos de Central, Cordillera, San Pedro (centro), Alto Paraná (leste), Itapúa (sul), Amambay e Canindeyú, estes dois últimos próximos da fronteira com o Brasil, informam os organizadores, que esperam mobilizar cerca de 40.000 pessoas.

Belarmino Balbuena, líder do Movimento Camponês Paraguaio (MCP), disse a jornalistas que diante dos confrontos voltarão a se reagrupar e instou os membros da Frente Social e Popular a recrudescerem os protestos com fechamentos de rotas nas regiões nas quais estão mobilizados. EFE rg/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG