Confronto mata pelo menos um soldado da Otan no Afeganistão

Cabul, 15 fev (EFE).- Pelo menos um soldado das tropas da Otan no Afeganistão morreu em um ataque no sul do país, informou hoje a Aliança Atlântica, cujas forças lançaram uma grande ofensiva no sábado passado na província de Helmand.

EFE |

Em um breve comunicado, que não informa a nacionalidade da vítima nem o local, a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês) explicou que o militar morreu ontem vítima de disparos de "arma curta".

Enquanto o porta-voz dos talibãs, Muhammad Yousuf Ahmadi, citado pela agência afegã "AIP", atribuiu a seus homens a autoria da ação e afirmou que a morte aconteceu no município de Marjah, onde cerca de 15 mil soldados iniciaram na madrugada de sábado uma grande ofensiva contra a insurgência.

De acordo com Ahmadi, o ataque causou a morte de 13 soldados e ferimentos a outros sete.

A ofensiva sobre Marjah, na província de Helmand (sul do país), é a maior operação militar por número de tropas desde a queda do regime talibã em 2001.

Desde seu início, a Isaf matou 27 insurgentes e 12 civis, além de perder pelo menos dois de seus soldados, segundo fontes oficiais.

Está previsto que hoje os ministros de Defesa (Abdul Rahim Wardak), e Interior (Mohammed Hanif Atmar) do Afeganistão, e o chefe da Isaf, o general americano Stanley McChrystal, concedam uma entrevista coletiva para detalhar os avanços da operação. EFE lo-mb/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG