Confronto entre policiais e radicais islâmicos deixa 42 mortos na Nigéria

Enfrentamentos entre a polícia e membros de uma seita islâmica radical pró-taliban deixaram 42 mortos neste domingo no norte da Nigéria, anunciaram fontes hospitalares.

AFP |

"Recebemos 42 corpos no total", declarou à AFP Awal Isa, um enfermeiro do Bauchi Specialist Hospital, na cidade de Bauchi (norte), contactado por telefone.

Awal Isa confirmou que todos os corpos são de vítimas "dos combates entre as forças de segurança e membros dos talibãs", uma seita que surgiu na Nigéria em 2004.

Questionada pela AFP por telefone, uma jornalista local mencionou cerca de 30 mortos.

Mais cedo, um porta-voz da polícia de Bauchi, Mohammed Barau, informou que cinco membros da seita morreram neste domingo pela manhã em enfrentamentos entre a polícia e os "talibans".

O confronto começou quando homens da seita tentaram atacar um posto policial dos arredores de Bauchi, disse o porta-voz à AFP.

Leia mais sobre: confrontos

    Leia tudo sobre: confrontomortenigéria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG