Confronto entre policiais e manifestantes acaba com 40 detidos na Argentina

Um protesto de trabalhadores que exigiam aumentos salariais terminou em pancadaria e levou à prisão de 40 pessoas nesta segunda-feira, no centro de Buenos Aires, após a intervenção da polícia, informaram as autoridades.

AFP |

Os manifestantes, da União de Trabalhadores da Gastronomia, Turismo e Hotéis (UTHGRA), seguiam em passeata para a câmara setorial, no centro da cidade, quando foram interceptados pela polícia, que utilizou jatos d'água e golpes cassetete para dispersar o grupo.

Alguns manifestantes reagiram atirando pedras e o confronto deixou vários feridos, incluindo dez policiais.

A polícia deteve ao menos 40 pessoas, revelou um porta-voz policial à agência oficial Télam.

A UTHGRA é ligada à central sindical oposta à Confederação Geral do Trabalho (CGT), que apóia a presidente argentina, Cristina Kirchner.

jos/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG