Confronto entre militares e homens armados mata 4 no México

Monterrey (México), 17 ago (EFE).- Quatro pessoas mortas, três feridas e quatro detidas é o saldo de um confronto a tiros e com granadas entre militares e homens armados que aconteceu hoje durante três horas na zona metropolitana da cidade de Monterrey, no norte do México, segundo fontes oficiais.

EFE |

O choque, que causou pânico entre a população e levou as autoridades a pedirem aos moradores para ficar em casa, começou às 6h30 (8h30 de Brasília) no município de San Nicolás, no bairro de Los Laureles.

Uma fonte militar que participou da operação disse que a troca de tiros ocorreu depois que soldados detectaram vários homens armados, apontados como supostos assassinos de aluguel, em uma caminhonete blindada e começaram a persegui-los.

Os sicários se refugiaram em duas casas que foram cercadas pelos militares, apoiados por policiais federais e agentes da Polícia Ministerial (judicial) de Nuevo León, estado do qual Monterrey é capital.

Uma hora e 15 minutos depois foi ouvida a explosão de uma granada em um dos domicílios e surgiu uma coluna de fumaça que se prolongou por vários minutos.

Os supostos sicários fugiram pelos telhados das casas e foram perseguidos pelas forças de segurança, que se enfrentaram de novo com eles em plena rua. EFE jac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG