Confronto entre militantes de partidos rivais mata 5 na Índia

Nova Délhi - Pelo menos cinco pessoas morreram hoje e seis ficaram feridas em choques entre seguidores de dois partidos políticos rivais na região de Bengala, no leste da Índia, informou uma fonte policial.

EFE |

O superintendente da Polícia do distrito bengali de Birbhum, onde aconteceu o incidente, Lakshmi Narain Meena, explicou que os militantes do Partido Comunista da Índia, governante na região, e do opositor Congresso Trinamool, estavam armados com pistolas e utilizaram bombas.

Meena, citado pela agência de notícias local "PTI", disse ainda que a tensão permanece em Papuri, município onde ocorreu os enfrentamentos, mas que a situação está sob controle.

Em 2009, a rivalidade entre os comunistas e o Congresso Trinamool se intensificou depois da crise gerada pela instalação de uma fábrica da empresa Tata Motors no município bengali de Singur.

Para a construção da fábrica, onde a Tata planejava manufaturar um modelo de baixo custo, foram feitas várias expropriações de terrenos agrícolas que geraram manifestações, muitas vezes violentas, do Congresso Trinamool.

Leia mais sobre: Índia

    Leia tudo sobre: índia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG