Confronto entre forças marroquinas e separatistas deixa mortos

Ao menos dois morreram e 70 ficaram feridos depois que forças de segurança invadiram acampamento para conter manifestação

iG São Paulo |

Ao menos duas pessoas morreram e dezenas ficaram feridas durante uma violenta intervenção das forças de segurança marroquinas para conter manifestações no acampamento de Gdaim Izik, no Saara Ocidental.

AFP
Carros foram incendiados nos confrontos entre forças marroquinas e separatistas
Após o desmantelamento de Gdaim Izik, as ruas da capital Laayoune foram palcos de enfrentamentos entre centenas de saarianos e forças de segurança marroquinas, que há mais de 30 anos disputam o território, e levaram a mortes de um policial e um bombeiro marroquinos, além de deixar 70 pessoas gravemente feridas.

Segundo testemunhas, centenas de jovens lançaram coquetéis molotov em diferentes bairros da cidade, como na entrada da sede da emissora de televisão marroquina e no gabinete do Ministério de Energia.

Os confrontos ocorrem depois de semanas de tensão no território desértico e o início de um diálogo entre autoridades, que tiveram início nesta segunda-feira.

Histórico

Enquanto Marrocos busca autonomia pelo território que foi colônia espanhola e passou a ser anexado em 1975, a Frente Polisário luta por independência do Saara Ocidental. Os dois lados, que já entraram em guerra pelo território rico em minerais, são inimigos há 35 anos. Desde então milhares de saraui tiveram de deixar a região para viver em campos de refugiados na Argélia e países vizinhos.

*Com AP, BBC e EFE

    Leia tudo sobre: marrocossaara ocidentalacampamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG