Confronto entre facções religiosas deixa pelo menos 38 mortos na Nigéria

Lagos, 29 dez (EFE).- Pelo menos 38 pessoas morreram e outras 14 ficaram feridas na cidade de Bauchi, no norte da Nigéria, durante confronto registrado ontem entre diferentes facções religiosas de uma seita islâmica, segundo informaram hoje fontes policiais.

EFE |

O inspetor de Polícia Atiku Kafur assinalou que os enfrentamentos foram consequência da falta de acordo entre o líder da seita Kala Kato, Badamosi Alkaleri, e um grupo de seus seguidores.

Segundo Kafur, todas as mortes foram executadas por membros rivais da seita, que também mataram um policial e atearam fogo em quatro edifícios. A Polícia deteve 20 suspeitos, alguns deles menores de idade.

O Governo nigeriano assegurou que as ruas de Bauchi já voltaram à normalidade. Desde julho a cidade tem passado por problemas como este. A situação se estendeu por vários estados do norte da Nigéria, predominantemente muçulmano.

A crise de julho deixou mais de 800 mortos, 170 deles em Bauchi, e provocou o deslocamento de milhares de pessoas. EFE da/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG