Ramala, 8 mar (EFE).- Pelo menos oito palestinos ficaram feridos esta manhã em um confronto com centenas de colonos que pretendiam realizar uma cerimônia religiosa em uma colina de Beit Omar, na Cisjordânia.

No incidente, em que o Exército israelense precisou intervir, uma das pessoas ficou ferida com gravidade, como conta Said Frangia, diretor do hospital para onde foram levadas as vítimas.

O confronto aconteceu depois que os colonos subiram uma colina próxima a Beitr Omar, perto do assentamento judaico de Bat Ayin, antes do amanhecer para realizar uma cerimônia.

Testemunhas contaram à Agência Efe que, após a cerimônia, colonos armados foram à área palestina onde atiraram para o ar, depredaram veículos e outra propriedade privada, e asseguraram que os soldados israelenses na região não tentaram controlar os vândalos.

Fontes militares israelenses, no entanto, disseram à Efe que "os colonos foram atacados com pedras por um grupo de palestinos enquanto rezavam, o que deu início a um confronto".

Segundo as mesmas fontes, "o Exército foi enviado à região, onde trataram de separar os dois grupos".

O assentamento de Bat Ayin, onde residem cerca de mil colonos, foi atacado na semana passada por um palestino que matou com um machado um jovem de 13 anos, feriu outros sete e fugiu. EFE fn/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.