Pelo menos 13 rebeldes morreram e um policial e um civil ficaram feridos em Ingushétia, república do Cáucaso russo fronteiriça com a Chechênia, informaram as agências russas.

"Durante uma operação antiterrorista, morreram 12 membros dos grupos armados ilegais", na localidade de Alkun, disse um responsável do braço local do FSB (serviços especiais), citado pela agência de notícias RIA Novosti.

A polícia apreendeu dez armas de fogo e muita munição, acrescentou a mesma fonte.

As autoridades russas anunciaram na quarta-feira que haviam lançado uma "operação antiterrorista" em Alkun e nos bosques vizinhos.

Em um tiroteio no distrito de Malgobek, um rebelde morreu e um policial e um civil ficaram feridos nesta quinta, ainda de acordo com a RIA Novosti, citando uma fonte da polícia.

neo/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.