Confronto com rebeldes deixa 2 soldados da ONU feridos no Sudão

Cartum, 7 jul (EFE).- Pelo menos dois soldados das forças de paz da ONU, um sudanês e outro de Benin, foram atingidos por tiros de rebeldes do Exército Popular para a Libertação do Sudão (EPLS) no sul da região de Ebey.

EFE |

Segundo Osman Mohamed al-Agbash, porta-voz do Exército sudanês, milicianos do EPLS atiraram contra os dois oficiais das tropas de reforço da ONU enviadas à localidade, que fica na divisa entre o norte e o sul do Sudão.

O militar do Benin ficou gravemente ferido na cabeça. Já o sudanês teve ferimentos na mão, disse Agbash.

O porta-voz também alertou para a repercussão negativa que o incidente pode ter no acordo assinado entre o Governo central e os líderes da região sul do país.

Por sua vez, um representante da ONU em Cartum, Ashraf Guihanguir, pediu que os responsáveis pelo ataque sejam levados à Justiça.

A rica zona petrolífera de Ebey é reivindicada pela região autônoma do sul do Sudão, que pretende declarar independência após o plebiscito de autodeterminação que a localidade realizará em 2011.

Na consulta, a população de Ebey deverá escolher entre sua anexação ao norte ou ao sul do país. EFE az/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG