Tamanho do texto

Genebra, 18 ago (EFE).- O número total de deslocados devido ao conflito armado entre forças da Rússia, Geórgia e da região separatista da Ossétia do Sul é de quase 160 mil, segundo os números mais recentes apresentados pelo Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur).

Este organismo afirmou hoje que os deslocados na Geórgia totalizam os 98.600, sem considerar a Ossétia do Sul, enquanto, dentro da região independentista, somam 30 mil.

Além disso, calcula-se que 30 mil deslocados cruzaram a fronteira e estão na Rússia, e com isso o número total de pessoas que saíram de casa por causa da violência é de 158.600.

O primeiro comboio com ajuda das Nações Unidas chegou ontem a Gori, pela primeira vez desde que explodiram os combates (em 8 de agosto), já que até agora não tinha tido acesso às vítimas para oferecer ajuda humanitária.

No entanto, "resta ver se será permitido à ONU levar mais ajuda nos dias seguintes", afirmou o Acnur em uma avaliação da situação na Geórgia.

Nesse mesmo documento, o organismo afirmou que seus empregados em Gori informaram que a cidade ficou praticamente vazia e que apenas cerca de 50 a 60 pessoas estavam reunidas no centro à espera de ajuda.

Sobre o estado desta localidade, muito afetada pelo conflito devido à proximidade com a Ossétia do Sul, afirmou que, "enquanto os edifícios não parecem ter sofrido muito dano, há claros sinais de saques maciços de lojas e casas". EFE is/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.