Conflito de Gaza já ameaça quase 2 milhões de civis

Beer Sheva (sul de Israel), 31 dez (EFE).- Cerca de 500 mil pessoas ficaram expostas hoje no sul de Israel aos foguetes disparados de Gaza depois que seis atingiram pela primeira vez ontem à noite e na manhã de hoje a capital da região, Beer Sheva, elevando a quase 2 milhões o número de civis ameaçados pelo conflito.

EFE |

Ao todo, são 200 mil habitantes de Be'er Sheva, 250mil de cidades próximas e 1,6 milhão de palestinos que sofrem na Faixa de Gaza os bombardeios israelenses.

Um jardim de infância, um colégio e um ponto de ônibus figuram entre as áreas ameaçadas neste núcleo urbano, o mais distante de Gaza (40 quilômetros) que entra no rádio de fogo da Faixa.

"Por enquanto não temos feridos. O primeiro foguete caiu ontem no jardim de infância, mas estava fechado e vazio porque já tinha anoitecido quando aconteceu o impacto", disse à Agência Efe o chefe dos serviços de emergência da Prefeitura local, Deddy Blam.

"O que fizemos foi atender a muita gente com crise nervosa", explicou Blam, que coordena a assistência aos afetados e afirma que após esse primeiro projétil os "demais caíram quando já tínhamos tomado medidas".

"Abrimos os refúgios e nesta manhã se encheram cada vez que soaram as sirenes", acrescentou, após ressaltar que "transmitimos à população as instruções do Exército, que incluem fechar os colégios e proibir as pessoas que se agrupem na rua". EFE amg/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG