Conflito com a Rússia vai custar dois bilhões de euros à Geórgia

O conflito entre Moscou e Tbilisi vai custar cerca de dois bilhões de euros à economia georgiana, segundo um estudo do Instituto das comparações econômicas internacionais (WIIW), especializado nos países do leste da Europa, publicado nesta quarta-feira em Viena.

AFP |

O WIIW levou em conta os danos materiais, avaliados no fim de agosto pelo presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, em 1,4 bilhão de euros, mas também o recuo futuro da produção, das exportações e dos investimentos no país.

"Antes da crise, a Geórgia estava numa fase de crescimento econômico, impulsionada pela construção de oleodutos e gasodutos. Depois do conflito com a Rússia, a confiança dos investidores pode cair, ainda mais porque existem riscos de ataques no Nagorny-Karabakh (a região por onde passam os oleodutos e que é disputada pela Armênia e pelo Azerbaijão)", afirmou Vassili Astrov, um dos dois autores do estudo.

O WIIW teme que o objetivo de Tbilisi de se firmar como um itinerário alternativo para o gás e o petróleo do Mar Cáspio para a Europa seja prejudicado. O gás que deve ser transportado pelo futuro gasoduto Nabucco, criticado pela Rússia que não está incluída no traçado, deve passar pela Geórgia.

"É possível que o Cazaquistão e o Turcomenistão desistem de fazer passar seus hidrocarbonetos pela Geórgia. Moscou também compra muito petróleo e gás deles, e pode ameaçá-los de fazer abaixar os preços", especulou Astrov.

lad/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG