Confirmado no poder, presidente da Nigéria apresenta gabinete

Lagos, 17 dez (EFE).- O presidente da Nigéria, Umaru YarAdua, apresentou hoje seu novo gabinete, composto por 37 ministros, o que representa a maior renovação desde que o chefe de Estado assumiu o cargo, no ano passado.

EFE |

A mudança acontece depois que, no último dia 12, a Corte Suprema nigeriana legitimasse a eleição que deu o triunfo, em 21 de abril de 2007, ao novo presidente.

A Corte emitiu seu veredicto depois que, em 26 de fevereiro, o Tribunal de Apelações de Abuja desprezasse as acusações de fraude contra Yar'Adua feitas pelos partidos opositores.

Durante a cerimônia de juramento, em Abuja, capital federal nigeriana, Yar'Adua pediu aos novos ministros que considerem suas nomeações "uma chamada sagrada ao serviço nacional e não uma oportunidade para perseguir interesses mesquinhos".

"A tarefa de edificar a nação e efetuar a transformação nacional exige uma honestidade em nossos propósitos, sinceridade, diligência e um compromisso imediato com a causa nacional", disse o chefe de Estado nigeriano.

Yar'Adua reiterou, além disso, a total rejeição de seu Governo à corrupção em todas suas formas e "a insistência no cumprimento absoluto das regras, regulamentações e procedimentos estabelecidos para a condução de todos os assuntos de Governo".

Yar'Adua sucedeu no cargo Olusegun Obasanjo, que assumiu em 1999 após vencer as primeiras eleições democráticas realizadas depois de mais de 15 anos de ditadura militar. EFE dá/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG