Confirmação de gripe suína local nos EUA pode desencadear alerta 5

A confirmação final de casos locais de gripe suína nos Estados Unidos pode significar o desenvolvimento de um novo foco da doença fora do México, o que justificaria passar ao nível 5 do alerta de pandemia, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

AFP |

"Caso tenhamos uma confirmação de casos locais nos Estados Unidos, a princípio poderíamos passar à fase 5", explicou em uma entrevista coletiva em Genebra o porta-voz da OMS, Gregory Hartl.

As autoridades americanas, que registraram mais de 40 casos de gripe suína em seu território, informaram na segunda-feira 28 pacientes com sintomas suaves confirmados em uma escola da zona leste de Nova York e 17 enfermos prováveis.

"Ainda estamos esperando uma confirmação final das autoridades americanas, mas neste caso o Comitê de Emergência da OMS poderia tomar a decisão de aumentar outra vez o nível de alerta da pandemia", declarou Hartl.

A passagem à etapa 5, o penúltimo nivel antes da declaração de pandemia, significa que a pandemia não apenas é iminente, como inevitável.

"Se passarmos à fase 5, será uma mudança de grande importância", insistiu o porta-voz. De acordo com os critérios da OMS, o surgimento de um foco infeccioso em um segundo país justifica lançar o nível 5.

O vírus da gripe suína de um tipo sem precedentes provocou casos humanos não fatais diagnosticados nos Estados Unidos, Canadá, Espanha, Grã-Bretanha, Israel e Nova Zelândia. Mas no momento, todos os casos confirmados fora do México pela OMS são de pessoas que retornaram do país ou de parentes das vítimas.

sga-at/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG