Conferência da ONU sugere reduzir gases para evitar desmatamento

Acra, 23 ago (EFE) - A Conferência sobre a mudança climática organizada pela ONU em Acra sugeriu hoje buscar medidas para promover a redução de emissões de gases do efeito estufa causadas pelo desmatamento e destruição das florestas nos países em desenvolvimento, especialmente da África. Os delegados destacaram que 20% das emissões de gases do efeito estufa, que provocam o aquecimento do planeta, procedem de atividades humanas nas grandes florestas tropicais. Entre essas atividades se encontra o uso da madeira como combustível nas grandes bacias do planeta, entre as quais figura a do rio Congo, considerada o segundo pulmão da Terra, depois da do Amazonas. Para Amougou Joseph Armathé, especialista camaronês da ONU em matéria de mudança climática, é preciso considerar a contribuição da bacia do Congo à estabilização do clima, dentro do marco de atividades posteriores a 2012, quando expiram os compromissos do protocolo de Kioto. A bacia do Congo se estende por uma superfície de mais de 3,5 milhões de quilômetros quadrados e inclui vários países da África central, entre eles República Centro-Africana, Congo e República Democrática do Congo (RDC). Esta floresta tropical, a segundo maior do mundo, depois da Amazônia, é alvo de uma exploração excessiva da madeira, o que causa o desmatamento, disse Armathé. É importante tomar medidas financeiras suficientes e coerentes, disse, por sua vez, o delegado ganês, Robert Bamfo, que defende uma distribuição eqüi...

EFE |

EFE nt/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG