Tóquio, 6 ago (EFE).- O primeiro julgamento com júri popular no Japão terminou hoje em Tóquio com a condenação a 15 de prisão de um homem, de 72 anos, que assassinou a vizinha após uma briga.

Durante o julgamento de quatro dias, o acusado, Katsuyoshi Fujii, admitiu ter matado em maio uma vizinha sul-coreana, de 66 anos, perante um júri composto por cinco mulheres e um homem, segundo informou a agência de notícias local "Kyodo".

Trata-se do primeiro julgamento com júri popular realizado desde a Segunda Guerra Mundial no Japão, onde esteve instaurado um sistema similar entre 1928 e 1943.

O sistema legal entrou em vigor em maio passado, embora até esta semana ainda não tinha sido posto em prática. EFE icr/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.