Condenado pelo atentado de Lockerbie solicita liberdade sob fiança

Londres, 31 out (EFE).- Um líbio condenado à prisão perpétua pelo atentado terrorista de Lockerbie (Escócia) de 1988 solicitou sua liberdade pagando uma fiança porque sofre de câncer de próstata em estado avançado, informou hoje a imprensa britânica.

EFE |

Abdelbaset Ali Mohmed al-Megrahi também aguarda uma decisão sobre o recurso apresentado contra a condenação imposta em 2001 por ter colocado a bomba que explodiu em um avião da Pan Am quando sobrevoava a localidade de Lockerbie, e que causou a morte de 270 pessoas.

Segundo o jornal britânico "The Independent", Megrahi, de 56 anos, poderia ganhar a liberdade em uma semana, já que seus advogados apresentarão na próxima quinta-feira no Tribunal Superior de Justiça de Edimburgo os argumentos para sua liberdade, pagando uma fiança.

A decisão sobre o recurso contra a condenação emitida ao término do julgamento realizado em 2001 na Holanda é esperado para o próximo ano, acrescentou a fonte.

Megrahi, detido na prisão de Greenock, a oeste de Glasgow, teve diagnosticado um câncer com metástase no Royal Hospital da localidade de Inverclyde.

O líbio perdeu em 2002 um recurso contra sua pena, mas em junho de 2007 recebeu autorização para apresentar uma segunda apelação.

EFE ep/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG