Condenado a três anos de prisão escritor e opositor sírio

O escritor e opositor sírio Habib Saleh, que pediu reformas políticas em seu país, foi condenado a três anos de prisão por um tribunal de Damasco por difundir informação falsa, anunciou a Organização Nacional de Direitos Humanos da Síria (ONDHS).

AFP |

"A corte penal condenou no domingo o escritor e opositor Habib Saleh a três anos de prisão por ter publicado informações mentirosas em tempos de guerra que debilitam o sentimento nacional e reavivam as dissensões confessionais, assim como informação que debilita a moral da nação", afirma a ONDHS, que cita o veredicto do tribunal.

O presidente da ONDHS, Ammar Qorabi, considerou a condenação "severa", por acreditar que "as declarações feitas por Saleh e seus escritos entram na área da liberdade de expressão e de opinião garantida pela Constituição síria".

Os serviços de segurança prenderam Saleh em maio de 2008 em Tartus (noroeste), depois da publicação de um artigo em que defendia reformas políticas na Síria.

Esta é a sexta vez que Habib Saleh é detido na Síria, segundo Qorabi.

rm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG