Lima, 13 fev (EFE).- Uma condenação ao ex-presidente peruano Alberto Fujimori no julgamento contra si por violação aos direitos humanos favorecerá o fujimorismo, disse hoje a filha do ex-líder, a legisladora Keiko Fujimori.

"Eu sinto que vai haver um antes e um depois da sentença. Se a sentença for contra meu pai, vai fortalecer o fujimorismo, vai haver mais solidariedade e vamos seguir crescendo", disse a herdeira política do ex-presidente peruano (1990-2000) em entrevista à "CPN Radio".

A Promotoria pediu 30 anos de prisão para Fujimori, cuja sentença deve ser anunciada em 20 de março, pela morte de 25 pessoas nos massacres de Barrios Altos (1991) e La Cantuta (1992) e pelo sequestro de um jornalista e um empresário após o "autogolpe" de Estado de 1992.

Faltando poucas semanas para a decisão em primeira instância, Keiko Fujimori, que figura nas pesquisas com mais de 40% de popularidade, pediu "aos fujimoristas para ficarem atentos, porque obviamente vamos nos mobilizar para apoiar o melhor presidente deste país". EFE wat/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.