Condado de Butte é o mais prejudicado por incêndios nos Estados Unidos

Los Angeles (EUA.), 10 jul (EFE).

EFE |

- O condado de Butte, onde já foram queimados 20 mil hectares de terreno, continua sendo a zona mais prejudicada pelos incêndios que atingem o norte da Califórnia, enquanto a situação melhora em Big Sur e Goleta, informou hoje a imprensa local.

As chamas obrigaram a evacuar cerca de 14 mil pessoas em Butte, assim como outras centenas na localidade de Paradise (144 quilômetros ao norte de Sacramento).

"Temos umidade baixa, altas temperaturas e vento. As condições são de alerta vermelho", disse Mike Mohler, porta-voz do Departamento de Incêndios da Califórnia. "Se o tempo cooperar, temos alguma chance. Tudo depende do que a Mãe Natureza oferecer nos próximos dias".

Enquanto isso, os incêndios em Big Sur e Goleta se encontram controlados em 27% e 55%, respectivamente.

Desde 20 de junho, a Califórnia viu surgirem 1.700 incêndios que destruíram cerca de 278 mil hectares, mais que o dobro da extensão da cidade de Los Angeles.

Cerca de 12.800 residências se mantêm sob a ameaça dos 322 focos que se mantêm ativos. Nas próximas horas, as temperaturas poderiam ultrapassar os 40 graus em algumas zonas.

A situação provocou que a senadora democrata Dianne Feinstein solicitasse uma ajuda governamental de US$ 910 milhões para combater o fogo.

"A situação é explosiva", afirmou Feinstein. "O calor é excessivo, espera-se que o fogo siga aumentando e nossos recursos estão no limite".

Outro incêndio importante se encontra na zona de Santa Bárbara (165 quilômetros ao norte de Los Angeles), onde as chamas se estendem por 3.933 hectares.

As autoridades aguardam um possível aumento do fogo, devido às condições climatológicas. EFE mg/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG