Los Angeles (EUA.), 5 mar (EFE).

- As equipes de "O Segredo dos Seus Olhos" e "O Leite da Amargura" se encontraram hoje em Hollywood com seus concorrentes ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em um encontro com a imprensa internacional organizado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

O diretor argentino Juan José Campanella e a produtora peruana Claudia Llosa posaram diante de uma estátua do Oscar junto com o cineasta francês Jacques Audiard ("O Profeta"), o alemão Michael Haneke ("A Fita Branca"), e os israelenses Scandar Copti e Yaron Shani ("Ajami").

"Essa é a reta final. Parece que já estamos há anos aqui e ainda falta tanto a fazer. Mas vamos desfrutando cada instante, cada momento, vivendo com muita energia e felizes porque estamos rodeados de toda nossa equipe", destacou Llosa.

Já a protagonista de seu filme, a co-produção hispânico-peruana "O Leite da Amargura", Magaly Solier, se mostrou mais inquieta e nervosa. Pela primeira vez desde sua chegada a Hollywood, ela confessou estar nervosa com o assédio midiático.

"É a primeira vez que minha perna direita treme de nervos", disse Solier.

Campanella, que dirigiu a co-produção hispano-argentina "O Segredo dos Seus Olhos", declarou à Agência Efe que tenta aguentar o assédio da cerimônia com otimismo.

Os principais favoritos são os filmes francês e alemão, especialmente este último, dirigido por Michael Haneke. EFE fmx/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.