Concorrência ao iPhone abre disputa entre Google e Apple

O primeiro telefone celular que utiliza o software Android, desenvolvido pela Google, foi exibido pela primeira vez nesta terça-feira. Ao lançar o Android, a Google passa a enfrentar a forte competição de concorrentes como a Nokia, com o software Symbian, e a Microsoft, com o sistema operacional Mobile.

BBC Brasil |

O lançamento também abre uma disputa por mais consumidores com a Apple, que tem conquistado cada vez mais clientes com o iPhone.

O Android foi desenvolvido para o segmento de smartphones, que oferece celulares com opções mais sofisticadas - além das opções básicas de fazer chamadas e enviar mensagens de texto.

Estimativas sugerem que apenas de 12% a 13% de todos os aparelhos podem ser considerados smartphones.

Teclado

O primeiro aparelho a utilizar o sistema operacional da Google é o G1, fabricado pela HTC e lançado pela operadora T-Mobile nos Estados Unidos.

O novo celular terá uma tela sensível ao toque e teclado. Outras características incluem uma câmera de 3 megapixels, um sistema de busca em apenas "um clique" e um navegador que os usuários podem acessar ao tocar a tela.

O aparelho também terá a tecnologia wi-fi, capacidade para rede 3G e um suporte embutido para o YouTube. Os usuários também terão acesso ao Android Market, onde poderão baixar uma série de aplicativos.

Parceria

A idéia por trás do Android é fazer pelo software de celular o que o Linux fez pelos computadores pessoais.

A Google anunciou os planos de lançar um celular com o software Android em novembro de 2007, com o objetivo de tornar o acesso à internet mais fácil quando as pessoas estão se locomovendo de um lugar para outro.

Para ajudar a desenvolver o Android, a Google também lançou a Open Handset Alliance - uma parceria de mais de 30 empresas que vão trabalhar juntas para fazer com que o software para celular seja mais fácil de utilizar.

O grupo inclui operadoras como a Telefonica, fabricantes de aparelhos como a HTC e a Motorola e fabricantes de microprocessadores como a Intel e a Qualcom.

Muitos desses parceiros mostraram protótipos de celulares que utilizam o Android em fevereiro, durante o Congresso Mundial de Telefone Celular, em Barcelona.

    Leia tudo sobre: applecelular 3ggoogleiphonesmartphone

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG