Concerto pela paz reúne mais de meio milhão de pessoas em Havana

Centenas de milhares de cubanos lotaram a Praça da Revolução, em Havana, para um concerto de música que busca promover a reconciliação entre comunistas e opositores ao governo. Este é o maior show do tipo da história de Cuba.

BBC Brasil |

O concerto "Paz Sem Fronteiras" foi organizado pelo roqueiro colombiano Juanes, que disse ter recebido ameaças de morte de cubanos anticomunistas exilados nos Estados Unidos. Muitas das pessoas da plateia estão vestidas de branco.

Além de Juanes, estão se apresentando em Havana outros 14 cantores e conjuntos musicais, entre eles o cantor espanhol Miguel Bose, o italiano Joavanotti, o cubano Silvio Rodríguez, a dupla porto-riquenha Olga Tañon e Danny Rivera, a banda de salsa Los Van Van e os rappers do Orishas.

Os shows, que ocorrem em meio ao forte calor em Havana, estão sendo transmitidos pela televisão ao vivo para a Europa, América Latina e Estados Unidos.

Nos Estados Unidos, mesmo algumas emissoras de televisão em espanhol que haviam criticado o evento - o chamando de "Concerto da Discórdia" - estão transmitindo os shows ao vivo.

Segundo o correspondente da BBC em Havana, Fernando Ravsberg, o concerto superou facilmente a marca prevista de meio milhão de pessoas.

Ele conta que algumas pessoas desmaiaram devido ao forte calor e tiveram de ser atendidas por médicos de plantão.

Juanes bancou os shows com seu próprio dinheiro e com a ajuda de amigos. Ele investiu cerca de US$ 300 mil nos espetáculos, que estão sendo realizados de dia para evitar gastos com iluminação artificial.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG