Computadores revelariam ligações das Farc com políticos colombianos

Os computadores apreendidos com dois líderes guerrilheiros das FARC mortos recentemente contêm indícios de vínculos de políticos com a guerrilha, afirmou um congressista.

AFP |

"Há sérios indícios de que o conteúdo dos computadores de Raúl Reyes e Iván Ríos podem determinar pessoas da política e personalidades no país que tenham ligações com as Farc", disse o representante Santiago Castro, do governista Partido Conservador.

A declaração foi feita após uma sessão a portas fechadas no Congresso em que parlamentares e funcionários do governo debateram a questão.

"Não disseram exatamente congressistas, mas personalidades que tanto o governo como o Congresso conheceriam", acrescentou Castro.

O ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, presente na audiência, afirmou que "são informações muito valiosas, que fazem o retrato perfeito do que são as Farc e do que seus cúmplices têm feito contra a Colômbia".

As versões de ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) surgem no momento em que se aprofunda a crise no Congreso por vínculos de parlamentares com paramilitares de extrema-direita, o que já levou 36 políticos à prisão no que é conhecido como escândalo da parapolítica.

    Leia tudo sobre: farcnotebook

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG