Compras de armas russas pela Venezuela preocupam EUA

Os Estados Unidos estão preocupados com as compras de armas da Rússia anunciadas recentemente pelo presidente venezuelano Hugo Chávez e com seu impacto na região, declarou nesta segunda-feira o porta-voz do Departamento de Estado, Ian Kelly.

AFP |

"Preocupa-nos em geral o desejo manifesto da Venezuela de desenvolver seu arsenal de armas, pois acreditamos que representa um sério desafio à estabilidade na América Latina", declarou Kelly em uma entrevista coletiva à imprensa.

A Venezuela obteve um crédito de 2 bilhões de dólares para a compra de armamento da Rússia, informou no domingo o presidente Hugo Chávez, que destacou a aquisição de 92 tanques T72 e de um número não determinado de mísseis antiaéreos russos, após uma viagem internacional.

Washington também está preocupado com os vínculos entre o regime iraniano, condenado internacionalmente por suas ambições nucleares, e o governo de Chávez, advertiu Kelly.

"Vimos informações da imprensa a respeito. A Venezuela firmou o Tratado de Não Proliferação Nuclear e tem algumas obrigações", explicou Kelly.

"Certamente, vamos acompanhar isso de perto", acrescentou.

"Exigimos que a Venezuela seja transparente em suas compras, e muito clara em relação ao objetivo dessas compras. E também queremos que estabeleçam procedimentos e salvaguardas muito claras para que essas armas não sejam desviadas para nenhuma organização irregular ou ilegal", acrescentou.

jz/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG