A integração das operações do banco americano Washington Mutual com o JPMorgan, que o comprou no outono, terá como consequência a demissão de 12.000 pessoas e 2 bilhões de dólares de economia, anunciaram nesta quinta-feira dirigentes do banco nova-iorquino.

Segundo um gráfico apresentado durante uma conferência de analistas, o JPMorgan Chase já previa "a supressão de postos de trabalho" a partir da data da compra, realizada no final de setembro.

Essas reduções de efetivos se inscrevem num plano de economia de dois bilhões de dólares líquidos, incluindo 1,35 bilhão de dólares em custos salariais, e "a maior parte dessas reduções devem estar concluídas até o final de 2009".

O JPMorgan contava no momento da fusão com 228.000 empregados, e Washington Mutual possuía 43.000 funcionários, em junho.

Prestes a decretar falência, o Washington Mutual foi fechado em 25 de setembro pelas autoridades americanas, que organizaram a transferência imediata de suas atividades bancárias ao concorrente JPMorgan Chase por 1,9 bilhão de dólares.

chr/gmo/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.