Comissão Européia propõe doar US$ 1,5 bi à África

A Comissão Européia, o órgão executivo da União Européia, aprovou nesta sexta-feira um plano que prevê a doação de mais de US$ 1,5 bilhão para agricultores africanos. O dinheiro, que virá do montante reservado pelos países do bloco europeu para subsídios a seus próprios produtores agrícolas, terá como objetivo ajudar os africanos a comprar sementes e insumos para a produção, como fertilizantes.

BBC Brasil |

Assim como tem ocorrido com os alimentos, os preços desses dois itens também tem aumentado no mercado internacional.

A alta dos preços dos alimentos permitiu que a União Européia gastasse menos com os subsídios para ajudar os seus agricultores, o que permite que o dinheiro possa ser usado para outros fins.

Fome
A decisão da Comissão Européia ainda precisa ser aprovada pelo Parlamento Europeu e vários países do bloco já questionaram se ela é legal.

Segundo o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, "o impacto da alta dos preços dos alimentos é particularmente severo sobre as populações mais pobres do mundo", como as de alguns países africanos.

Durão Barroso afirmou que, sem iniciativas de ajuda do bloco, como a aprovada nesta sexta-feira, a meta das Nações Unidas de reduzir pela metade a pobreza mundial pode fracassar.

O aumento do preço dos alimentos tem agravado a fome em vários países africanos, o que faz crescer a tensão social em alguns deles.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG