Bruxelas, 17 jul (EFE).- A Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) destinará 42 milhões de euros de ajuda ao Líbano em 2008 para incentivos ao setor privado, o desenvolvimento de sua região norte e a modernização do sistema judiciário.

A comissária de Relações Exteriores da União Européia (UE), Benita Ferrero-Waldner, disse em comunicado que, "após os acordos de Doha, o Líbano enfrenta uma série de desafios até as eleições legislativas do próximo ano, para recuperar a confiança do povo na Administração para reavivar a economia".

Os acordos de Doha, definidos pelos líderes das principais forças políticas libanesas, permitiram a escolha de Michel Suleiman em 25 de maio à frente da Presidência, cargo que estava vazio desde novembro de 2007. EFE met/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.