Comissão Européia aprova ajuda de emergência de 4 milhões de euros para RDC

Bruxelas, 30 out (EFE).- A Comissão Européia (CE) aprovou hoje uma ajuda de emergência de 4 milhões de euros para a população atingida pelo conflito no leste da República Democrática do Congo (RDC).

EFE |

"Estamos diante de uma situação humanitária crítica", declarou o porta-voz de Desenvolvimento do Governo comunitário, John Clancy.

Segundo explicação dada por ele, pelo menos 250.000 pessoas ficaram desabrigadas desde o início dos combates em agosto entre milicianos rebeldes tutsis do Congresso Nacional da defesa do Povo (CNDP) e o Exército.

Clancy afirmou que os habitantes de Goma, capital da região de Kivu Norte, abandonam a cidade e que a "maioria das ONG e agências humanitárias seguiram para a vizinha Ruanda".

Por enquanto, afirmou, aviões da UE continuam garantindo a ajuda humanitária na região e poderiam aumentar seu número de vôos caso fosse necessário.

Além da ajuda de 4 milhões de euros, a CE decidiu ajudar os atingidos pelo conflito com outros 12 milhões de euros procedentes dos Fundos Europeus de Desenvolvimento.

O comissário europeu de Cooperação e Ajuda para o Desenvolvimento, Louis Michel, estará na noite de hoje em Kinshasa para definir com as autoridades nacionais os valores destinados pela UE à RDC no marco deste programa plurianual, por meio do qual o bloco concederá um total de 514 milhões de euros ao país africano entre 2008 e 2013.

Diante da gravidade da situação humanitária no leste do Congo, Michel tem também previsto manter encontros com vários líderes políticos na capital do país.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, já afirmou ontem que a luta na RDC criou "uma crise humanitária de proporções catastróficas". EFE mvs/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG