Comissão eleitoral no Nepal cancela votação em 60 das 20.888 mesas

Katmandu, 11 abr (EFE).- As queixas de diferentes partidos do Nepal levaram à Comissão Eleitoral desse país a cancelar as eleições de ontem em 60 das 20.

EFE |

888 mesas eleitorais, informou hoje seu porta-voz, Laxman Bhattarai.

O anúncio quase duplica o número divulgado ontem pela Comissão, que ainda não decidiu quando a votação nas mesas afetadas será realizada novamente.

As mesas em questão pertencem a dez dos 75 distritos do país, disse Bhattarai em entrevista coletiva.

"O número de mesas nas quais será preciso repetir as eleições poderia aumentar, à medida que se completa a investigação (das queixas recebidas)", acrescentou.

Hoje começou a apuração de votos das eleições para a Assembléia Constituinte realizadas ontem no Nepal, em uma jornada com alguns incidentes de violência que causaram três mortos.

Segundo o porta-voz, 24 horas depois do fechamento das urnas só tinham chegado aos respectivos centros de apuração as urnas seladas de 36 dos 239 distritos nepaleses e havia começado a apuração de cédulas de 26 deles.

O único resultado oficial divulgado hoje correspondia à circunscrição da capital onde foi testado o voto eletrônico, onde o candidato Prakash Man Singh, vice-presidente do Partido do Congresso que lidera o primeiro-ministro, Girija Prasad Koirala obteve vantagem.

Os resultados parciais - referentes aos 26 distritos nos quais se iniciou a apuração - indicam vantagem aos maoístas e ao Partido do Congresso.

O pleito faz parte do acordo de paz que o Governo de Koirala assinou em novembro de 2006 com a guerrilha maoísta. EFE ms-ja/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG