Comissão Eleitoral do Zimbábue só anunciará resultado após verificá-lo

Harare, 30 abr (EFE) - O porta-voz da Comissão Eleitoral do Zimbábue (ZEC), Lovemore Sekeramayi, disse hoje à Agência Efe que a organização só divulgará os resultados das eleições presidenciais realizadas em 29 de março no país após a verificação dos mesmos, que começará amanhã. Sekeramayi respondeu assim às versões jornalísticas que citam fontes da ZEC e indicam que o líder do opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC), Morgan Tsvangirai, desponta como vencedor do primeiro turno do pleito, mas que será necessária uma segunda rodada eleitoral, pois ele não obteve mais de 50% dos votos. Segundo essas fontes, Tsvangirai obteve entre 47% e 50% dos sufrágios, contra 43% do presidente zimbabuano, Robert Mugabe. As leis eleitorais do Zimbábue indicam que para vencer no primeiro turno os candidatos devem obter 50% dos votos mais um. Tsvangirai, que se declarou vencedor das eleições, diz que não participará de um segundo turno porque o partido governista União Nacional Africana do Zimbábue (Zanu-PF) lançou uma campanha de ataques e intimidação contra os seguidores do MDC, o que impedirá a realização de eleições livres e justas. O MDC afirma que Tsvangirai venceu as eleições presidenciais, de acordo com os dados das atas de votação afixadas nas portas dos colégios eleitorais ao término do pleito. Segundo dados citados pelo MDC, Tsvangirai obteve 50,3% dos votos, e Mugabe, no poder desde 1980, 43,8%. O partido opositor venceu as eleições parl...

EFE |

EFE sk/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG