Bangcoc, 2 set (EFE).- A Comissão Eleitoral da Tailândia recomendou hoje ao Tribunal Constitucional a dissolução do partido liderado pelo primeiro-ministro, Samak Sundaravej, horas depois da declaração do estado de exceção na capital do país.

A recomendação foi feita pela Comissão Eleitoral ao considerar que o governamental Partido do Poder do Povo (PPP) esteve envolvido na compra de votos durante as eleições legislativas realizadas em dezembro. EFE grc/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.