Comissão dissidente denuncia aumento da repressão em Cuba

Havana, 18 fev (EFE).- Uma comissão de direitos humanos formada por dissidentes cubanos confirmou hoje a libertação de quatro presos políticos em janeiro na ilha, mas afirmou que a repressão política está aumentando.

EFE |

"Em dezembro de 2009 documentamos pelo menos 93 casos de pessoas detidas e, no mês de janeiro de 2010, confirmamos pelo menos 113 detenções por motivos políticos", diz um relatório da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN).

A nota explica que das quatro libertações de janeiro três foram por cumprimento de pena e outra por suspensão de condenação.

A comissão diz também que foram reportados vários abusos no sistema carcerário e que não viu ainda a adoção de medidas pelo Governo para que a situação mude.

Um relatório anterior da CCDHRN dizia ter documentado em princípios deste ano 201 presos políticos, sete a menos que no início de 2009. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG