Comissão Baleeira Internacional prolonga por um ano suas negociações

Os 85 Estados membros da Comissão Baleeira Internacional (CBI), reunidos em Funchal (Portugal), decidiram prolongar por um ano as negociações sobre o futuro da organização, anunciou nesta quarta-feira a porta-voz da organização, Jemma Miller.

AFP |

Há vários anos a CBI está paralisada pela disputa entre os países caçadores de baleias e os países protetores da espécie que exige que se mantenha a proibição da pesca comercial, em vigor desde 1986.

Para sair do atoleiro, a CBI encarregou em 2008 a um "grupo de trabalho reduzido" a realização de avanços nos temas considerados mais urgentes, negociando um acordo interino para cinco anos.

Estas negociações não alcançaram um resultado satisfatório e a comissão decidiu intensificar seus esforços para concluir os acordos no mais tardar em 2010.

O Japão encabeça os países "pró-caça" e impugna a moratória de 1986, sendo que, apesar desta proibição, a frota baleeira japonesa captura cerca de 1.000 baleias por ano alegando "caça científica".

tsc/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG