Cerca de 615.000 policiais, soldados, enfermeiros, médicos e presos iraquianos começaram a votar por antecipado nesta quarta-feira nas eleições provinciais de sábado no Iraque.

Estas eleições, as primeiras no país desde 2005 e depois da queda da violência, estão cercadas de fortes medidas de segurança para o transporte das urnas, segundo Hamdiyah al Huseini, membro da Comissão Eleitoral iraquiana.

Nas últimas eleições, em 2005, todos os eleitores, incluindo soldados, policiais, doentes e presos votaram no mesmo dia, o que provocou problemas de logística.

A grande maioria dos 15 milhões de eleitores irá às urnas no sábado para escolher novos Conselhos Provinciais, encarregados de designar os governadores.

Os resultados serão conhecidos a partir de 3 de fevereiro.

mba/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.