Paris, 21 set (EFE).- Os colégios eleitorais franceses abriram hoje na França para que mais de 50.

000 "grandes eleitores" renovem um terço do Senado do país, ou seja 114 cadeiras.

Os senadores são escolhidos em cada departamento por "grandes eleitores", grupo do qual fazem parte os deputados, conselheiros regionais, conselheiros gerais e delegados dos conselhos municipais.

Os senadores serão renovados em 39 departamentos metropolitanos franceses, assim como em 5 departamentos de ultramar e tanto a primeira como o segundo turno vão acontecer hoje.

O peso eleitoral das pequenas localidades rurais outorga a maioria aos conservadores que tem hoje 159 senadores.

As expectativas do Partido Socialista são recuperar entre 10 e 15 cadeiras, segundo o presidente do partido, François Hollande, um peso eleitoral insuficiente para alcançar a maioria de três postos necessários para uma eventual revisão constitucional.

Após a renovação de um terço do Senado, no próximo dia 1º de outubro se decidirá quem sucederá Christian Poncelet como presidente da câmara alta. EFE jaf/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.