Começa reunião ministerial entre Grupo do Rio e UE

Praga, 13 mai (EFE).- A 14ª conferência ministerial entre os países latino-americanos do Grupo do Rio e a União Europeia (UE) começou hoje em Praga com uma agenda centrada na crise econômica mundial e no compromisso das duas regiões de cooperar nos grandes desafios globais.

EFE |

No discurso de abertura, o presidente rotativo do Conselho da UE, o novo ministro de Assuntos Exteriores tcheco, Jan Kohout, assegurou que "a cooperação é imprescindível" neste momento de recessão econômica.

Kohout propôs aos chanceleres presentes que se concentrem em dois assuntos concretos: a segurança energética - incluindo a luta contra a mudança climática - e a recuperação da estabilidade financeira e do crescimento da economia mundial.

Durante o almoço, está previsto também que os representantes dos 27 países europeus e dos 23 Estados do Grupo do Rio abordem fórmulas de cooperação contra a epidemia de gripe suína.

Como presidente em exercício do grupo latino-americano, a secretária de Estado mexicana, Patricia Espinosa, insistiu em que a região "deve continuar afirmando sua presença internacional".

Espinosa felicitou a incorporação recente de outros países ao Grupo do Rio e mencionou em particular o caso de Cuba, que participa pela primeira vez de uma sessão destas características, representada por seu novo chanceler, Bruno Rodríguez Parrilla. EFE jms/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG