Começa primeira cúpula entre União Européia e África do Sul

Paris, 25 jul (EFE).- A primeira cúpula entre a União Européia (UE) e a África do Sul, na qual as duas partes querem abrir uma nova etapa em suas relações, começou hoje em Bordeaux, no sudoeste da França, sobre o cenário da crise no Zimbábue, único ponto delicado no qual o bloco europeu e Pretória mantêm divergências.

EFE |

A cúpula, a primeira de caráter bilateral que a França organiza desde que assumiu a Presidência semestral da UE, em 1º de julho, conta com a presença do presidente francês, Nicolas Sarkozy, do chefe de Estado sul-africano, Thabo Mbeki, e do presidente da Comissão Européia (órgão executivo da UE), José Manuel Durão Barroso.

A UE e a África do Sul, que assinaram um acordo de associação estratégica e um plano de ação em maio de 2007, querem aproveitar a reunião para abrir uma nova etapa em suas relações econômicas e políticas.

A UE é o principal investidor na África do Sul e o principal destinatário das exportações sul-africanas.

Outros assuntos na agenda são a mudança climática, a imigração e a segurança alimentar, o acordo de associação econômica entre a UE e a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, em inglês), e as crises africanas e do Oriente Médio.

As duas partes devem divulgar declarações conjuntas sobre a mudança climática, o apoio ao setor privado na África e as principais matérias abordadas na reunião.

Após a reunião, Sarkozy, Mbeki e Barroso darão uma entrevista coletiva conjunta, antes de participar de um almoço oferecido pelo chefe do Estado francês ao líder sul-africano. EFE ik/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG