Começa o julgamento do monstro de Amstetten

O julgamento do austríaco Josef Fritzl, que pode ser condenado a prisão perpétua por ter sequestrado e violentado a filha durante 24 anos em um porão da cidade de Amstetten, teve início nesta segunda-feira em Sankt Poelten, 60 km ao oeste de Viena.

AFP |

Cercado de seis policiais, Fritzl, de 73 anos, chamado de 'monstro' pela imprensa austríaca, chegou ao tribunal escondendo o rosto atrás de uma pasta azul.

Três juízes e oito jurados decidirão sobre a culpa ou inocência de Fritzl, acusado de incesto, escravidão, sequestro, estupro e assassinato.

O advogado de defesa, Rudolf Mayer, afirmou que não aceita a acusação de assassinato por não reconhecer a responsabilidade na morte de um dos sete filhos do incesto, um recém-nascido que faleceu por falta de cuidados médicos no porão pouco depois do parto em 1996.

ran-ssw/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG