Sankt Pölten (Áustria), 16 mar (EFE).- O julgamento contra Josef Fritzl, conhecido como o monstro de Amstetten, acusado de ter trancado e estuprado a sua própria filha durante 24 anos em um porão de sua casa, começou hoje no Tribunal Regional de Sankt Pölten, ao oeste de Viena.

EFE as-jk/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.