Tamanho do texto

A audiência decisiva para a adoção de um menino malauiano pela cantora Madonna teve início nesta quinta-feira no tribunal de Lilongue, capital do Malauí, em um processo polêmico em um dos países mais pobres da África.

A estrela não estava presente, mas um jornalista da AFP viu seu advogado Alan Chinula entrar na sala de audiência.

Dezoito meses depois do início do processo de adoção por parte de Madonna e seu marido, o cineasta britânico Guy Ritchie, o tribunal deve conceder ao casal a guarda do pequeno David, atualmente com três anos.

Em um relatório da assistência social entregue aos juízes, o ministério das Mulheres e da Criança recomendou que a custódia temporária de David, inicialmente concedida por 18 meses a Madonna, seja transformada em adoção plena.

fm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.