Começa na Itália funeral dos mortos em terremoto

LAquila - Os funerais de Estado pelas vítimas do terremoto que matou 289 pessoas começou nesta sexta-feira em LAquila com a leitura de uma mensagem do papa Bento XVI através de seu secretário pessoal, Georg Gaenswein, e perante milhares de familiares e moradores da região.

Redação com Agência EFE |

O secretário de Estado, Tarsicio Bertone, que oficia a cerimônia junto ao arcebispo dos Abruzos Guisseppe Molinari, assegurou durante a homilia: "Nos inclinamos perante o enigma indecifrável mas é também uma ocasião preciosa para entender qual é o valor e o significado da vida".

Participam do funeral, entre outros, o presidente da República, Giorgio Napolitano, e o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, quem pouco antes do ofício religioso conversou com os desconsolados familiares.

Os caixões estão dispostos em quatro fileiras, numerados e com ramos de flores sobre eles.

A Praça de Armas da Escola da Guarda de Finanças, onde se celebra a cerimônia, está repleta de pessoas, às quais se somaram todos os vizinhos do povoado de Onna, onde morreram 45 pessoas dos cerca de 300 moradores.

Novos tremores

Às 05h22 locais (0h22 de Brasília), a terra voltou a tremer na região de Abruzos por causa de uma réplica que alcançou os 3,7 graus de magnitude na escala Richter.

Além disso, na noite passada foi registrado outro movimento telúrico, por volta das 21h30 locais (16h30 de Brasília), de 4,9 graus, que também foi sentido em Roma.


Epicentro do terremoto foi em L'Aquila, no centro da Itália


Clique para ver o infográfico

Leia também:


Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: itália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG