Começa julgamento do acusado de matar inglesa no Brasil em Goiânia

Rio de Janeiro, 14 mai (EFE).- Começou hoje em Goiânia o julgamento de Mohammed DAli Carvalho dos Santos, acusado de assassinar e esquartejar a jovem inglesa Cara Marie Burke em julho de 2008.

EFE |

Nesta quarta, a tia e a namorada do acusado foram as primeiras a testemunhar. Ambas atribuíram o crime ao comportamento agressivo e à dependência de drogas de Mohammed, de 21 anos.

O jovem, que confessou o crime e ajudou a Polícia a localizar o corpo da vítima, está arrependido, segundo as duas testemunhas.

Cara Marie, de 17 anos, foi morta poucos dias após chegar à capital goiana para visitar seu amigo. Ela o conhecera em Londres, onde vive a mãe do acusado.

Mohammed confessou que decidiu cometer o assassinato porque sua hóspede ameaçava contar à sua mãe sobre o consumo de cocaína do filho.

O réu está sendo julgado pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver, e pode pegar uma pena de até 35 anos.

A namorada do acusado, Hellen de Matos, de 19 anos, teve um filho com Mohammed. Em seu depoimento, a jovem admitiu que o réu é viciado em cocaína e crack.

Segundo ela, o acusado adota um comportamento "estranho e violento" toda vez que consome drogas. EFE cm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG